sábado, 30 de julho de 2011

Provas de amor? Acredite quem quiser....

 “Meu bem, deixa crescer a barba para me agradar”, pediu ele.
E ela, num supremo esforço de amor, começou a fiar dentro de si e a laboriosamente expelir aqueles novos pelos, que na pele fechada feriam caminho.
Mas quando, afinal, doce barba cobriu-lhe o rosto, e com orgulho expectante entregou sua estranheza àquele homem: “você não é mais a mesma”, disse ele.
E se foi.''
Marina Colasanti

5 comentários:

  1. é quando mais é menos.

    beijinhos querida

    e uma belo domingo pra ti

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Me assustei....


    Beijinho flor, lindo domingo

    ResponderExcluir
  3. saudades daqui.
    e aí, quem foi que errou? :/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que tenso O.O
    Gostei do texto ^^

    ResponderExcluir

Cuidado leitor, ao voltar a página! Aqui dissipa-se o mundo visionário e platônico!